Data(s)

13/10/2022 
14/10/2022

Local

Lisboa 
,

Site & Redes Sociais

Apresentação

Este colóquio internacional pretende analisar as leituras cruzadas entre as autoras francesas e portuguesas, no período que vai de 1926 a 1974. Dar-se-á atenção à solidariedade que se teceu, em França, à volta de Isabel Barreno, Maria Teresa Horta e Maria Velho da Costa, quando foram perseguidas judicialmente pela publicação das «Novas Cartas Portuguesas”. Uma sessão especial será consagrada a este livro. As comunicações focarão, entre outras, as obras de Elsa Triolet, Simone de Beauvoir, Marguerite Duras e Violette Leduc, que tiveram uma influência decisiva em Portugal, lidas na língua original ou através de traduções, publicadas em editoras de referência. De igual forma, estudar-se-á a produção das escritoras portuguesas, vítimas de censura ou de silenciamento. Procurar-se-á referir diferentes movimentos, géneros e opções ideológicas, fazendo um panorama da literatura portuguesa, escrita por mulheres, no tempo da Ditadura Militar e do Estado Novo