Data(s)

08/07/2022 
09/07/2022

Local

Porto 

Informações Práticas

Teatro Nacional São João

Site & Redes Sociais

Apresentação

Em “Ils nous ont oubliés”, um espetáculo de Séverine Chavrier produzido pelo Centre Dramatique National de Orléans, a encenadora propõe um regresso a La Plâtrière (Das Kalkwerk, no original), obra de 1970 do escritor austríaco Thomas Bernhard. Em La Plâtrière, Bernhard confronta-nos com a ameaça de catástrofe que transportam as mentes solitárias, da sombra de loucura e paranoia que as acompanham. Investigação, reflexão ácida, brutal e arrebatada sobre a condição do homem moderno, do medo do estrangeiro, do outro, sobre o qual a Ciência nos permite legitimar maus-tratos e abusos, “Ils nous ont oubliés” incita os dois protagonistas, isolados do resto do mundo, a um jogo de chantagens e humilhações mútuas. Diz Konrad: “Vou casar-me com uma mulher que dependerá inteiramente de mim, que não poderia existir sem mim, e que por outro lado está incondicionalmente à minha mercê, para a realização do meu objetivo, isto é, da minha investigação científica. Uma mulher a quem posso, se necessário, maltratar, caso os requisitos científicos o exijam”. E assim vamos aos poucos entrando na intimidade deste casal em que a loucura de um é sempre o remédio ou a condenação do outro. Para “Ils nous ont oubliés”, espetáculo que marca a sua estreia na cidade do Porto, Séverine Chavrier convoca criadores como Florian Satche, Louise Sari, Quentin Vigier e Andrea Matweber.