Data(s)

20/06/2022 
27/06/2022

Local

Espinho, Aveiro 

Informações Práticas

Festival International du Film à Marseille – 4 a 9 de Abril de 2022
FEST – Festival Novos Realizadores | Novo Cinema – 20 a 27 de Junho de 2022

Site & Redes Sociais

Apresentação

O projeto “O Novo Salto!” (“Le Nouveau Saut”) vai buscar o título à famosa expressão utilizada por vários emigrantes portugueses nas décadas 60 e 70 para descrever a viagem de Portugal até França. O contexto atual é deveras diferente, mas o sonho do salto, e acima de tudo o sonho da procura por novas oportunidades mantem-se. Acreditamos que se amplifica na realidade, já que se trata de um trajeto que funciona nos dois sentidos. Desta forma, o título pretende refletir o objetivo máximo do nosso projeto: a promoção de uma maior aproximação entre as culturas Portuguesa e Francesa, através de um conjunto de iniciativas que permitiram a artistas franceses e portugueses explorar diferentes oportunidades para os seus projetos, sempre com a relação entre os dois países como grande foco. Cientes dos avanços dos últimos anos, mas também dos obstáculos inevitáveis da indústria cinematográfica, tornou-se claro que seria essencial garantir que o projeto tenha uma enorme dimensão feminina.

As convidadas presentes nos eventos serão mulheres; os projetos selecionados serão realizados ou produzidos por mulheres, e haverá ainda um debate público dentro do contexto do FEST – Training Ground sobre a questão de paridade de géneros na indústria cinematográfica. As actividades do projecto consistem na interligação do trabalho das duas instituições no que toca ao apoio de projectos de jovens mulheres cineastas portuguesas e francesas, estimulando o desenvolvimento de co-produções entre os dois países, e auxiliando na procura de parceiros estratégicos, financeiros e apoio de pós produção, nomeadamente na área da música. Ao mesmo tempo o projecto irá oferecer uma janela de descoberta de trabalhos recentes de mulheres cineastas dos dois países, tanto a nível da exibição de obras em França e Portugal, e na participação das artistas em Q&A’s e fóruns de indústria.